O Brasil cresce mais de 25% o número de cirurgias plásticas, mesmo em meio a crise. De acordo com censo, pessoas entre 36 e 50 anos são as que mais realizam cirurgias plásticas

Por JayPRO – Atualizado em 9 jan 2020, 15h16 – Publicado em 18 dez 2019, 14h41

A procura por cirurgias plásticas tem aumentado a cada ano. Recente estudo realizado pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética (ISAPS), com base em dados de 2017, demonstra um aumento de 5% no total de procedimentos cirúrgicos no Brasil. No ranking mundial, o país fica à frente do Japão e do México, estando atrás apenas dos Estados Unidos.

Quais os procedimentos mais procurados? O aumento do tamanho das mamas segue na liderança da lista. Ainda segundo o estudo, a lipoaspiração está em segundo lugar, seguido da blefaroplastia (cirurgia de pálpebras), rinoplastia e abdominoplastia. A ISAPS também aponta que as mulheres continuam impulsionando a demanda por procedimentos estéticos, sendo responsáveis por 86,4% das intervenções em todo o mundo.

Conheça a lista dos 10 procedimentos de cirurgia plástica mais populares:

  1. Aumento de mama 15,6%
  2. Lipoaspiração 14,6%
  3. Cirurgia das Pálpebras 12,5%
  4. Rinoplastia 8,1%
  5. Abdominoplastia 7,5%
  6. Enxerto de Gordura – Face 5,6%
  7. Redução de Mama 4,5%
  8. Facelift 4,3%
  9. Aumento de nádegas – transferência de gordura 3,1%
  10. Elevação do Seio 1%

Em entrevista Dra Diana Santana, CEO da clínica Dharma Saude e bem estar destaca os motivos que tem impulsionado o aumento de cirurgias, a mudança de mentalidade e dos padrões de beleza, além de preocupação com o mercado de trabalho e a valorização da aparência.

Dicas para evitar problemas com as cirurgias:

  1. Riscos. Entenda que todos os procedimentos têm riscos. Cabe ao médico informar aos pacientes os eventuais problemas associados.
  2.  Expectativas.  Certifique-se de que suas expectativas são realistas. Nas redes sociais, há profissionais e não profissionais que anunciam resultados improváveis.
  3. Busca. Antes de qualquer procedimento, procure profissionais habilitados, com especialização em cirurgia. É possível consultar informações sobre médicos no Conselho Federal de Medicina. Investigue também equipamentos e substâncias envolvidas na operação.
  4. Pós-operatório. Siga as recomendações para uma recuperação tranquila e não corte os vínculos com o médico após a cirurgia. Comunique sempre que notar alterações.

É importante ressaltar que a procura por um cirurgião plástico qualificado é fundamental. Para saber se o seu médico é credenciado e possui uma formação adequada, basta acessar o site do Conselho Regional de Medicina ou da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Consulte a Dharma Saude e bem estar no Instagram: https://www.instagram.com/dharmasaudeebemestar

Fomte: https://veja.abril.com.br/economia/jaypro/dra-diana-santana-destaca-os-motivos-que-tem-impulsionado-o-aumento-de-cirurgia-plastica-no-brasil/